Inky Social Club lança nova carta de drinks


O mixologista Igor Bispo apostou na “diversão” como inspiração das bebidas



Nada melhor que apreciar boas bebidas. Chegar a uma casa noturna e ter a oportunidade de conferir bons drinks faz toda a diferença para que a experiência seja única e diferenciada. Muitos dizem que a bebida se torna a “alma do negócio”, e por isso um dos grandes desafios dos espaços noturnos é oferecer qualidade, bons preços e exclusividade.

Pensando nisso a Inky Social Club, renovou sua carta de drinks, em que diversão e encantamento não faltam no cardápio. O mixologista Igor Bispo assinou a primeira carta e continua sendo o responsável pela segunda que traz muito divertimento, cores, aromas e frescor. “A primeira carta fiz pensando no conceito da casa: elegância, sofisticação e requinte, já nessa segunda, pensei na experiência do público, que é a diversão, então o cardápio é cheio de novidades alegres e coloridas”, explica.

Desde coquetéis clássicos até o shot, o cardápio vem recheado de opções, visando a estética e a arte. A essência do mixologista é valorizar a arte nas bebidas, em que além do efeito visual, há um sabor inigualável. Bispo ressalta que a estação do ano também foi uma grande inspiração, já que o verão está cada vez mais intenso. “Está muito calor e, realmente, o público curitibano não está acostumado com um clima tão quente, por isso fiz uma carta refrescante, em que a base das bebidas são as frutas do verão e aromas”, revela.

Hoje as pessoas buscam experiências diferenciadas e na Inky, sendo um dos valores proporcionar momentos únicos, é essencial que cada detalhe seja pensando para que o cliente final usufrua dos melhores drinks, espaço, atendimento e claro, uma excelente música. Dessa forma, a satisfação é garantida, mantendo para o espaço o que é essencial: entretenimento com muita alegria. 

Fonte: Prime Comunicação

“Grito de Carnaval com Vinho” terá taças a R$ 10 na calçada


O evento, promovido pela Garage Vinhos em parceria com a pizzaria Funiculí, contará com rótulos especiais e muita pizza para animar os foliões



Com a proposta de oferecer vinhos de excelência harmonizados com pizzas por um preço bem convidativo, a Garage Vinhos, em parceria com a pizzaria Funiculí, vai promover neste sábado, dia 23 de fevereiro, o seu primeiro “Grito de Carnaval com Vinho”, na cidade de Curitiba (PR). O evento contará com taças de rótulos da Finca La Daniela pelo preço fixo de R$ 10.

Durante o evento, que terá entrada gratuita, serão servidas na rua opções de vinhos em taça selecionados pelo Sommelier Jonas Martins. O público poderá saborear cinco rótulos surpresas da linha da argentina Finca La Daniela, entre espumantes, tintos e roses. As bebidas são reconhecidas mundialmente por sua qualidade, características gastronômicas e exclusividade.

Propondo uma harmonização completa, o evento contará ainda com pizzas maravilhosas preparadas pelo premiado chef curitibano Dudu Sperandio, um dos grandes nomes da gastronomia paranaense, proprietário da pizzaria Funiculí. As pizzas serão vendidas pelo preço de R$ 15, com diversas opções de sabores.

A Garage Vinhos fica na Rua Teixeira Coelho (nº 182), no bairro Batel. O “Grito de Carnaval com Vinho” será realizado a partir das 11h, com entrada gratuita. Mais informações na Garage Vinhos ou pelos telefones (41) 99778-1712 ou (41) 3528-1844.

Fonte: P+G Comunicação Integrada

Daniel apresenta releituras de João Paulo & Daniel no dia 16 de março em Curitiba


Apresentação acontece no Grande Auditório do Teatro Positivo. Ingressos estão à venda pelo Disk Ingressos



Dia 16 de março, sábado, a partir das 21h15, Curitiba recebe o cantor Daniel com o show releituras de João Paulo & Daniel. A apresentação acontece no Grande Auditório do Teatro Positivo (Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 – Campo Comprido). O cantor traz novos arranjos em canções já consagradas pelo público, além de diferentes fases do repertório do artista. O roteiro musical tem canções desde o início de sua carreira com João Paulo até os dias atuais, músicas que vão se completando harmoniosamente e provocam no público diferentes emoções durante o espetáculo. O cantor diz que “voltar a Curitiba é sempre um grande prazer! Dessa vez, com mais saudade ainda, vou esperar vocês pra gente trocar energia boa e viver momentos marcantes!”. A produção e realização é da RW7 Production & Entertainment e Massa Play

Daniel sempre consegue se reinventar musicalmente, ele traz sucessos de 20 anos atrás com uma musicalidade, interpretação e bom gosto incríveis, traz canções antigas como se tivessem saído do estúdio ontem, são músicas que estão no inconsciente coletivo, na memória de seu público e logo nos primeiros acordes, a plateia já se identifica e se emociona.

Para Daniel, o palco é sua segunda casa, e onde ele se sente completamente à vontade para receber os amigos: fãs de várias gerações que o acompanham nestes mais de 30 anos de carreira. "Afinal, a minha felicidade é ver os outros felizes, e perceber isso é um sinal de amadurecimento. O lado bom de amadurecer é que a gente ganha clareza pra enxergar  as coisas de uma forma essencial. Encontros como este, em  que eu posso estar realmente próximo de vocês é que me dão certeza de que todos que estão aqui, vieram porque realmente gostam de me ouvir.”

Seu maior prazer é cantar o amor e leva como missão de vida espalhar o bem. Músicas como Minha Estrela Perdida, Estou Apaixonado e Só dá você na minha vida, são complementares às da nova fase: Amores Seletivos, Inevitavelmente e Discurso Ensaiado- canções do mais recente CD de Daniel que ganhou o Grammy Latino em 2017. "A música é um instrumento poderoso e transformador, e eu me sinto como um agente de paz e de felicidade. O essencial é isso, ser um elo entre o amor que tenho pelo que faço e as pessoas que se sentem atraídas por isso. E esse é o meu objetivo: somar na vida das pessoas, seja da forma que for, e especialmente através da música."

Esbanjando felicidade em um momento que talvez seja de maturidade em todos os sentidos, Daniel chega aos seus shows pronto para impressionar os fãs através do seu dom. Por essa modernidade e qualidade musical, com esse repertório, existe uma renovação de público contínua, hoje os pais, que são  fãs há tanto tempo, levam seus filhos e continuam esse ciclo, esse é o maior presente para um artista.

Os ingressos à venda pelo site do Disk Ingressos (https://www.diskingressos.com.br/evento/7586/16-03-2019/pr/curitiba/daniel) e pelo call center (41) 3315-0808 ou ainda na Bilheteria do Teatro Positivo, quiosques dos Shoppings Estação, Mueller, Palladium e São José. Os ingressos custam de R$90,00 a R$460,00, mais taxas administrativas. Descontos promocionais para Cartão Fidelidade Disk Ingressos (titular e 3 acompanhantes), Associados OAB com carteirinha funcional – OAB/PR (titular e 1 acompanhante), Funcionários CAA/PR e OAB/PR com a apresentação do crachá (titular e 1 acompanhante), Beneficiário do Teatro Positivo (titular e 1 acompanhante), Bônus Digital Curitiba Cult, Colaborador Grupo Massa (titular e 1 acompanhante), Clube do Assinante Gazeta do Povo (titular e 1 acompanhante). Meia entrada para Estudantes, Idosos, Doadores de Sangue, Professores, Portadores de Necessidades Especiais, Portadores de Câncer. Descontos não cumulativos. Não se aplicam a outros descontos concedidos por Lei e outras promoções. A classificação do show é livre. Saiba mais em http://www.facebook.com/Rw7ProductionEntertainment.

Serviço:
Show do cantor Daniel - Releituras de João Paulo & Daniel
Data: 16 de março (sábado) – 21h15 (abertura do teatro às 20h15)

Local: Teatro Positivo (Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 5300 – Campo Comprido) Ingressos à venda: https://www.diskingressos.com.br/evento/7586/16-03-2019/pr/curitiba/daniel ou (41) 3315-0808
Ingressos: Setor Azul: R$180,00 (R$90,00 meia-entrada) + taxa; Setor Laranja: R$240,00 (R$120,00 meia-entrada) + taxa; Setor Verde Superior: R$300,00 (R$150,00 meia-entrada) + taxa; Setor Verde Inferior: R$300,00 (R$150,00 meia-entrada) + taxa; Setor Rosa: R$460,00 (R$230,00 meia-entrada) + taxa; Setor Branco: ESGOTADO.


Fonte: BelPress :: Comunicação

Instituição curitibana está com inscrições abertas para curso voltado ao empreendedorismo na moda


Ofertado pelo Centro Europeu, o curso "Fashion Business" prepara profissionais para atuar em um dos segmentos que mais cresce no mundo



Mais do que desfiles e tendências em roupas e acessórios, o mercado da moda é extremamente abrangente e está em constante expansão. No Brasil, o segmento é o segundo maior gerador de empregos no país, e de acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecções (ABIT), são mais de 32 mil empresas que empregam cerca de 1,5 milhões de pessoas. É lógico que investir neste mercado exige muita pesquisa, conhecimento e competências profissionais. Pensando nisso, o Centro Europeu, uma das principais escolas de profissões da América Latina, acaba de lançar o curso "Fashion Business".

Com uma abordagem dinâmica e multidisciplinar, o objetivo do curso é fomentar a produção local e o design autoral formando profissionais capazes de avaliar novos comportamentos de consumo e identificar o potencial de um negócio. "A intenção é ampliar o olhar profissional dos alunos, oferecendo as ferramentas necessárias para que eles entendam o mercado e desenvolvam habilidades e competências para transformar suas ideias em negócios", explica Nicolle Gora, supervisora do curso "Fashion Business" do Centro Europeu. "Além disso, os participantes serão incentivados a desenvolver projetos de forma criativa e colaborativa, trabalhando com pessoas de diversas áreas como fotografia, cinema, artes visuais, e empreendedorismo, em um espaço que inspira criatividade ", complementa a especialista.

Ministrado por mentores experientes e com destaque no mercado de trabalho, o curso tem duração de 4 meses e é composto por disciplinas pautadas nas principais tendências mundiais de empreendedorismo e design de moda. Economia criativa, mercado e profissões de moda, comunicação e branding, plano de negócios e Desing Thinking, identidade de marca, método canvas de negócios de moda, formação de preço, estratégias de venda, estratégias de inserção no mercado são alguns dos assuntos abordados no curso. Além disso, os alunos serão constantemente inseridos na realidade do mercado de trabalho, estudando o dia a dia de empreendedores do ramo e participando de palestras, showroom, pitches  e mentorias exclusivas.

A próxima turma do curso "Fashion Business" do Centro Europeu terá início no próximo mês de março, com aulas aos sábados, no período da manhã, das 08h30 às 11h45. As atividades serão realizadas na sede Batel (Benjamin Lins, 999). Mais informações pelo telefone (41) 3233-6669 ou no site www.centroeuropeu.com.br.

Fonte: P+G Comunicação Integrada

Muito além da gastronomia


Empreendimentos gastronômicos curitibanos estão investindo no mercado da moda, criando peças de vestuário que compartilham valores defendidos pelas marcas



 No ano passado, a rede WhataFuck, maior hamburgueria artesanal do Estado do Paraná, lançou um tênis sustentável e inovador: chamado de Ueno Whatafuck Imperial, o calçado carregava resíduos do bagaço de malte da cerveja produzida pelo estabelecimento. Em junho, em uma parceria com a Öus Brasil, foram desenvolvidos 1,7 mil itens. Até o momento, 90% deles foram vendidos, seja na Whatastore – a loja da hamburgueria – ou pelos meios online. Mais do que enveredar pelo ramo da moda, a marca buscou oferecer uma oportunidade de estilo de vida ao seu público. “Nós não vendemos só gastronomia”, resume o sócio proprietário da rede Whatafuck, Daniel Mocellin.

Seguindo no mesmo conceito, o Sirène, maior vendedora de fish & chips do Brasil, que conta com seis unidades nos estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo, também oferece outros produtos, que vão muito além de seu cardápio, ao seu público. Em seu site, é possível encontrar camisetas, bonés e canecas com mensagens alusivas ao comércio de peixes e batatas preparados ao estilo inglês. Em 2018, o Sirène, marca que acaba de completar 3 anos de história, vendeu 70 mil porções de fish & chips, faturando R$ 3,2 milhões. Em 2019, a marca prevê atingir R$ 6 milhões em faturamento e abrir novas lojas pelo país.

A cervejaria artesanal curitibana Way Beer, que atua no segmento há mais de 8 anos e se transformou em uma grande referência nacional, também investiu em sua própria linha focada no mercado da moda, que conta com camisetas, moletons, bonés, toalhas e mochilas exclusivas. A ideia é conseguir levar a marca – reconhecida pelos designs de seus rótulos – a outros produtos, que estão em linha com a expectativa e perfil de seus consumidores. “A Way é uma cerveja que tem enorme conexão com o seu consumidor, e esse público gosta de mostrar a relação e o amor que tem pela marca. São necessárias inúmeras ferramentas para estabelecer, consolidar e manter uma marca ativa e relevante.  Assim, nós investimos muito na construção de inúmeras peças que transformam uma ferramenta de interação em objeto de desejo dos nossos consumidores, que querem mostrar o amor que tem pela Way”, comenta Henrique Domenico, diretor geral da cervejaria.

Valores como liberdade, sustentabilidade, coragem e criatividade estão entre as mensagens disseminadas por essas empresas e que são esperadas e até mesmo cobradas pelos clientes. A iniciativa de investir em novos segmentos, em muitos casos, surgiu a partir da percepção e cobrança do público. “No começo do WhataFuck, as pessoas pediam e queriam saber como comprar o boné ou as camisetas. Começamos a investir nisso”, afirma Mocellin.

Rentabilização em outras frentes

Ao ingressar no meio do vestuário e moda – ou em outra área –, as marcas buscam formas de rentabilizar em outras frentes além da gastronomia. De acordo com Mocellin, uma nova coleção da Whatafuck Hamburgueria deve ser lançada ainda no primeiro semestre de 2019. “Estamos trabalhando em novidades”, avisa. A marca já comercializou mais de mil camisetas e dois mil bonés, além de outros modelos de tênis, centenas de meias, camisas e, até mesmo, cuecas.

Neste ano, a ideia do grupo é reservar um pedaço de cada nova loja para a Whatastore, onde é possível encontrar os itens relacionados à companhia, o que torna a gestão do negócio mais complexa. “Você sai da sua área de controle. Tudo se torna um aprendizado no dia a dia. Não há ninguém que possa fazer isso pela gente, isso desde o primeiro dia”, diz Mocellin.

Impacto na percepção do público

Uma pesquisa realizada pela Ogilvy, a agência associada da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje), com 50 marcas e mais de 2 mil entrevistas, mostrou que, no Brasil, as marcas importam mais do que na Inglaterra e nos Estados Unidos. O índice obtido foi de 68% no país, contra 53% dos ingleses e 57% dos americanos.

Segundo o estudo, existem cinco atributos que fazem com que uma marca caia no gosto do público: confiança, imagem, empoderamento, fazer e tradição. Entre as características, a que conta com a maior diferença entre as ações praticadas pelas empresas e a percepção do público é o fazer. A pesquisa conclui que, embora as empresas tenham vivido uma evolução no que diz respeito à visão e às necessidades dos consumidores, ainda precisam fazer algo a mais por eles. Nisso, algumas já estão trabalhando bem.