Cuidados adiam a perda de audição na terceira idade

14:31 Simone Bello 0 Comentários

O envelhecimento é um processo natural, que tem início nos primeiros estágios da vida. Envelhecer é necessário para o desenvolvimento do organismo, mas também tem seus efeitos negativos.

A audição é um dos sentidos que sofre com o acúmulo dos anos. “O ouvido é um órgão sensível. Com o passar do tempo às células auditivas se deterioram e morrem, principalmente em casos de traumas, exposição sonora excessiva e doenças que afetam a região”, ressalta a otorrinolaringologista Rita de Cássia Cassou Guimarães.

Na terceira idade as deficiências auditivas são mais perceptíveis, apesar de estarem presentes muito antes de serem diagnosticadas. Segundo Rita, isto ocorre porque o indivíduo demora para perceber que há algo errado com a audição.

“As células que são danificadas não se recuperam e ao morrer não nascem outras no lugar. Quanto mais células são perdidas, maior é a perda de audição, por isso quando a causa é o envelhecimento a diminuição do limiar auditivo ocorre de maneira gradativa”, explica a médica, mestre em clínica cirúrgica pela Universidade Federal do Paraná (UFPR).

A perda natural de função dos ouvidos faz com que os idosos tenham dificuldade para captar os sons e entender a fala, principalmente em ambientes ruidosos, mas é a demora na busca por tratamento adequado que agrava o quadro.

“O preconceito no que diz respeito ao uso de aparelhos auditivos, a vergonha ou o medo de conviver com a realidade atrasam a consulta com um especialista, desencadeando uma série de outros problemas. Sem contar que a falta de tratamento pode retardar a cura ou até mesmo perder a possibilidade de curar patologias benignas”, observa Rita, coordenadora do Grupo de Zumbido do HC – UFPR, antigo GAPZ.

Serviço:
Dra. Rita de Cássia Cassou Guimarães (CRM 9009)
Otorrinolaringologista, otoneurologista, mestre em clínica cirúrgica pela UFPR
Blog: http://canaldoouvido.blogspot.com
Email: ritaguimaraescwb@gmail.com
Telefone: 41-3225-1665
Endereço: Rua João Manoel, 304 Térreo, Bairro São Francisco, Curitiba PR.

Fonte: Toda Comunicação

Você também pode gostar de:

0 comentários: