“333, CORONEL DULCÍDIO”, A HISTÓRIA DO CICARINO BAR

16:31 Simone Bello 0 Comentários


Ponto de encontro de amigos e pensadores, empresários, industriais e políticos, primeiro clube do uísque da cidade, o Ciccarino Jazz Bar foi de 1993 a 2001 um refúgio para quem procurava classe e ambiente agradável, em meio à Rua Coronel Dulcídio.

Agora, sua quase uma década de histórias, e boas histórias, está contada no livro “333, Coronel Dulcídio”, escrito por ninguém menos que Nêgo Pessoa. O jornalista paranaense, que neste bar iniciou o inesquecível romance de sua vida, justifica a obra: “Os bons bares são instituições públicas, prolongamentos do ágora(sic), da casa, do resto, de tudo. E oásis. E lar. E cárcere. O do Cicarinno foi tudo isto. Merece um livro: 333, Coronel Dulcídio”.

O livro é um texto corrido de quase 50 mil caracteres e muitas fotos – mais de 200. Além de depoimentos de frequentadores, homens e mulheres, entre eles, Tânia Oms, Sérgio Toscano, Luiz Fernando Pereira, Ogiê Buch, Luiz Carvalho e outros e outras.

SERVIÇO:
Lançamento livro “333, Coronel Dulcídio”
Dia 7 de maio às 19h
Restaurante Pizzaria De Bonna - AV. Visconde de Guarapuava, 4451, Batel

Crédito de foto: Divulgação/Loja de Notícias

Fonte: Loja de Notícias

Você também pode gostar de:

0 comentários: